Literatura Infantil: Março 2013

sexta-feira, 29 de março de 2013

Feliz Páscoa

Desejo a todos amigos(a) blogueiros e leitores(as) uma maravilhosa páscoa.
Beijos com sabor de chocolate  a todos!
Rute Beserra.
IMAGEM DO GOOGLE

quarta-feira, 27 de março de 2013

Quarta-feira :Respondendo na Literatura-87


COMENTÁRIO:

ANA disse...

Rute eu estava presente  na contação de domingo,
Parabéns pela sua dicção e mudança de voz nos personagens. Minha filha Ana Clara, amou sua interpretação.

Como foi feito o cenário?
Beijos
ANA
26 de março de 2013 22:19
RESPONDENDO:
Oi Ana, tudo bem? Obrigada, seja bem vinda a Literatura. Que bom que Ana Clara gostou da contação.
Para ser sincera quem confeccionou  o cenário foi o filho de uma amiga.Ficou lindo não é mesmo?
Foi mostrado a figura e ele confeccionou conforme  a minha solicitação.Esses  pedacinhos brancos é velcro, para  fixar os personagens.

Como presenciou na contação, conforme a história  contada eram fixados os persoangens.(vide foto acima)

Como a folha de E.V.A é muito mole colei com cola quente  um  isopor atrás,  em seguida fixei o cenário na parte da frente  da casinha de fantoche.(vide foto lado).
Estou a sua disposição para qualquer dúvida que tenha.
Um beijinho na bochecha da Ana Clara. Dia 28/04 estarei na Livraria da Vila em Moema, qualquer mudança avisarei na agenda do blog.
Beijos!
Rute Beserra.

segunda-feira, 25 de março de 2013

A lebre e a tartaruga





Sempre gostei de ler fábulas, principalmente por trasmitir mensagens de lição de moral para crianças, e suas histórias sempre tem desenhos de animais.
E uma que mais gosto é da lebre e a tartaruga.

A lebre vivia a se gabar de que era o mais veloz de todos os animais. Até o dia em que encontrou a tartaruga. – Eu tenho certeza de que, se apostarmos uma corrida, serei a vencedora – desafiou a tartaruga.
A lebre caiu na gargalhada. – Uma corrida? Eu e você? Essa é boa!
– Por acaso você está com medo de perder? – perguntou a tartaruga. – É mais fácil um leão cacarejar do que eu perder uma corrida para você – respondeu a lebre.
No dia seguinte a raposa foi escolhida para ser a juíza da prova. Bastou dar o sinal da largada para a lebre disparar na frente a toda velocidade. A tartaruga não se abalou e continuou na disputa. A lebre estava tão certa da vitória que resolveu tirar uma soneca.
"Se aquela molenga passar na minha frente, é só correr um pouco que eu a ultrapasso" – pensou.
A lebre dormiu tanto que não percebeu quando a tartaruga, em sua marcha vagarosa e constante, passou. Quando acordou, continuou a correr com ares de vencedora. Mas, para sua surpresa, a tartaruga, que não descansara um só minuto, cruzou a linha de chegada em primeiro lugar.
Desse dia em diante, a lebre tornou-se o alvo das chacotas da floresta. Quando dizia que era o animal mais veloz, todos lembravam-na de uma certa tartaruga...

Moral: Quem segue devagar e com constância sempre chega na frente.Do livro: Fábulas de Esopo - Editora Scipione
Fonte: http://www.metaforas.com.br/

domingo, 24 de março de 2013

Fotos da contação de história- Livraria da Vila-24/03/13-Moema



Hoje a tarde contei história na Livraria da Vila  bairro Moema .  A história contada:
Cantriz a Formiguinha Cantora
Francesca Carvalho






Agradeço pais e filhos presentes.


IMAGEM:FOTO ARQUIVO PESSOAL

quarta-feira, 20 de março de 2013

Convite

 
 

Dia 24/03/13 estarei contando histórias na Livraria da Vila em Moema-das 16hs ás 17hs

Av. Moema, 493 – Moema
TEL(11) 5052-3540
Apareçam por lá
 Fonte :Foto Arquivo Pessoal

sábado, 16 de março de 2013

Pequeno Poema para um Palhaço

Que doutor é esse 
De olhar narigudo 
Nariz batatudo 
Que dança no salão? 
Receita é de bolo 
Analise é de choro 
E consulta de opinião 
Nos bolsos de sua bata 
Brinquedos não faltam 
Apitos e bolinhas de sabão 
As suas roupas, meio estranhas 
Provocam gargalhadas 
Mas ele não se acanha com isso, não! 
Muito pelo contrario 
Os risinhos são o seu prato 
De predilecção 
E quando ele escapa 
Por portas ou janelas 
Ecoam as suas canções 
Piririm Pororom
De Alejandra Herzberg - Dr.a Zuzu
 
Obs:Amei conhecê-los meninos
 
 
 
 


sexta-feira, 15 de março de 2013

A arte de Contar Histórias- Curso



Fonte da imagem:Google

O curso enfatiza a narrativa tradicional e as ilustrações das histórias, através de técnicas de manipulação de objetos animados em geral, além de adequação de voz.Como suporte de repertório focalizamos os contos da tradição oral e as histórias da literatura infantil universal:Histórias que fazem rir, chorar, sentir medo e emocionar. Quando De 06 de abril até 25 de maio de 2013 (2 meses)

HORÁRIO: Sábados, das 10 às 12.30 horas

Público alvo: Interessados em geral, iniciantes, acima de 15 anos, sem limite de idadeOrientador: Ramón Lemos (ator-Clown, diretor-teatral e contador de histórias, atuando em projetos da Prefeitura e Unidades do SESC)Preço de cada mensalidade(2): R$ 190,00

Taxa de inscrição: R$ 70,00Formas de Pagamento: O pagamento da primeira mensalidade+valôr da taxa de inscrição (total:260,00), deverá ser efetuado até o primeiro dia de aula em dinheiro ou cheque: dia 06 de abril.

O pagamento da segunda mensalidade deverá ser efetuado até a 4a. semana após o pagamento da primeira: dia 04 de maio.

Para pagamento em cheques, facilitamos o valor total do curso (450,00) em 3 vezes (3x 150,00) em cheques pré-datados. O 1º. Cheque para dia 06/04, o 2º. para 06/05 e o 3o. para 06/06. *Neste caso os cheques deverão ser entregues no primeiro dia de aula. Não aceitamos pagamentos em cartões de débito ou crédito *Fornecemos certificado de participação mediante 75% de freqüência das aulas. ONDE:

OFICINA DO RISO Rua Frei Caneca, 384- CONSOLAÇÃO- São Paulo

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES:

(somente via telefone ou e-mail)(11) 3256.2700/ 9.9221.8353

Email: oficinadoriso@terra.com.br


Site: www.geocities.ws/oficinadoriso

quarta-feira, 13 de março de 2013

Quarta-feira: Respondendo na Literatura-86





E-MAIL:
Vera para
 mim                                                                       28 de fev.(12 dias atrás)

Rute parabéns pelo seu blog, gostaria de saber como foi feito aquele cenário que apresentou em agosto de 2012  na Livraria da Vila- Moema, a qual contou história do Saci, eu estava lá.
Obrigada
Vera
-----------------------------------------------
rute beserra para
Vera                                                                            10 de mar( 3 dias atrás)


Olá Vera, seja bem vinda a Literatura Infantil. 
Escolha os personagem da história e   desenhe-os na folha de E.V.A. Após decorá-los, cole palito de churrasco nas costas do desenho.
Pinte a placa de isopor. Está pronto o cenário
Agora é só entrar no mundo da imaginação, conforme for contando espete o personagem na placa de isopor
Qualquer dúvida estou a  sua  disposição, obrigada.

OBS:  Dia 24/03 estarei na Livraria da Vila- Moema apareça por lá. Apresente-se, será um prazer em conhecê-la.
Beijos
Rute Beserra.
IMAGEM:ARQUIVO FOTO PESSOAL

sábado, 9 de março de 2013

Nascimento da Borboleta

Conhecendo a História

TIPO DE HISTÓRIA; História de animais

INICIO DA HISTÓRIA: Era uma vez...

LUGAR: Um jardim muito bonito

PERSONAGENS(PRINCIPAIS, NOME DESCRIÇÃO E CARACTERÍSTICAS:
Dona Joaninha, delicada, curiosa
Dona Abelha, paciente e sábia
Lagartinha:gulosa e apressada
Borboleta:Colorida e alegre

PERSONAGENS SECUNDÁRIOS: Senhor Grilo, Dona Aranha,Passarinho.

SITUAÇÃO INICIAL:Numa bela manha de primavera, Dona Joaninha viu um ovinho diferente na folha da roseira. Ela chamou dona Abelha, que ao ver o ovinho, disse que era uma lagartinha.

DESENVOLVIMENTO DA HISTÓRIA: O ovinho se abriu, e a lagartinha nasceu. Cumprimentou as duas amigas e foi embora á procura de alimento. No meio do caminho, viu um girassol. Começou a subir nele e comer as folhinhas, até que ficou com a barriga cheia e com sono. Teceu um casulo e adormeceu.

EVENTOS DRAMÁTICOS: Os dias passaram e os bichinhos ficaram preocupados, pois a lagartinha não acordava. Até que , de repente, dona Joaninha vê algua coisa se mexendo no casulo. Todos se assustaram, pois quem saiu de lá não foi a lagarta, mas  sim uma borboleta.

SITUAÇÃO FINAL: Dona Abelha explicou que a lagartinha tinha se transformado naquela linda borboleta. Todos ficaram espantados. A borboletinha saiu voando toda contente e o jardim ficou mais bonito.

IMAGEM DO GOOGLE
Fonte da História: Baú do professor: Histórias e Oficinas Pedagógicas para criança de 3 e 4 anos

segunda-feira, 4 de março de 2013

Ensinar a Criança a Compreender a Morte através da Literatura


Essa é terceira vez que transcrevo essa postagem. Sempre me perguntam:_ Como explicar a criança sobre a morte.
Sempre indico:


"TEMPOS DE VIDA" -Bryan Mellonie e Robert Ingpen.

Há um começo e um fim para tudo que é vivo. No meio, há um tempo de vida. O mesmo acontece para pessoas, plantas, animais e até para o mais pequenino inseto. Este é o tema de Tempos de Vida, um livro lindo e comovente para todas as crianças e seus pais. Tempo de Vida é importante para todos nós porque nos ajuda a lembrar, a estudar e a explicar que morrer é tão parte da vida como nascer.
A morte é algo desconhecido inquieta-nos levar a busca de compreensão do início e o fim
E para a criança essa compreensão é muito dificíl de ser levada naturalmente.
O sentimento de morte para criança não surge apenas quando ela ocorre de fato. Mas também quando ela passa por diferentes situações . Ex: perda de brinquedos , mudança de casa, separação de pais, etc.

Este  eu recomendo  ótimo para  explicar as crianças, de uma situação que todos passaram.
IMAGEM: Fonte  FOTO Pessoal



sexta-feira, 1 de março de 2013

Olha que lindos!!

Ganhei esses ai em cima(vide foto) de uma professora da escola a qual trabalho .  Amei... muito lindos.
Como forma de agradecimento Profª Dolores, estou postando no blog as fotos dos lindinhos!!!
Obrigada.
Beijos,
Rute Beserra.

IMAGEM: Foto Arquivo Pessoal
Design by Juliana Garcia