Literatura Infantil: Maio 2013

quarta-feira, 29 de maio de 2013

A GALINHA RUIVA



Era uma vez uma galinha ruiva, que morava com seus pintinhos numa fazenda.
Um dia ela percebeu que o milho estava maduro, pronto para ser colhido e virar um bom alimento.
A galinha ruiva teve a idéia de fazer um delicioso bolo de milho. Todos iam gostar!
Era muito trabalho: ela precisava de bastante milho para o bolo.
Quem podia ajudar a colher a espiga de milho no pé?
Quem podia ajudar a debulhar todo aquele milho?
Quem podia ajudar a moer o milho para fazer a farinha de milho para o bolo?
Foi pensando nisso que a galinha ruiva encontrou seus amigos:
- Quem pode me ajudar a colher o milho para fazer um delicioso bolo? - Eu é que não, disse o gato. Estou com muito sono.
- Eu é que não, disse o cachorro. Estou muito ocupado.
- Eu é que não, disse o porco. Acabei de almoçar.
- Eu é que não, disse a vaca. Está na hora de brincar lá fora.
Todo mundo disse não.
Então, a galinha ruiva foi preparar tudo sozinha: colheu as espigas, debulhou o milho, moeu a farinha, preparou o bolo e colocou no forno.
Quando o bolo ficou pronto ...
Aquele cheirinho bom de bolo foi fazendo os amigos se chegarem. Todos ficaram com água na boca.
Então a galinha ruiva disse:
- Quem foi que me ajudou a colher o milho, preparar o milho, para fazer o bolo?
Todos ficaram bem quietinhos. ( Ninguém tinha ajudado.)
- Então quem vai comer o delicioso bolo de milho sou eu e meus pintinhos, apenas. Vocês podem continuar a descansar olhando.
E assim foi: a galinha e seus pintinhos aproveitaram a festa, e nenhum dos preguiçosos foi convidado.

Fonte :http://www.qdivertido.com.br/verconto.php?codigo=22

sábado, 25 de maio de 2013

Salada de Frutas





Salada de Frutas

Era uma vez Dona Laranja, ela vivia em um pé de laranjeira. Muito cansada de estar no mesmo lugar, daquela vida parada, sem graaaça, resolveu conhecer o mundo ao seu redor. Pulou do pé de laranjeira e..... ploft! Caiu na terra!
A primeira fruta que viu no chão, foi um senhor gordo com uma coroa verde e linda. Esse senhor muito bondoso, a cumprimentou:
__Bom dia minha senhora ?
Dona laranja toda, toda, passando a mão na sua careca disse:
__Bom dia !Qual é o seu nome mesmo?
__Senhor Abacaxi!
__O senhor quer me acompanhar, quero conhecer amigos da redondeza. Afirmou D. Laranja com tanta convicção, que este prontamente o acompanhou.
No caminho encontraram Dona Moranguinho, toda pintadinha e falante:
__Aonde vão hein?
__Estou levando Dona Laranja para conhecer outras frutas.
__Ah, sim estão todos na casa da Dona Uvinha.
__Venha vou levá-los até eles.
Chegando na casa de Dona Uvinha, todas as frutas estavam reunidas.Moranguinho toda falante, começou a dizer o porque da visita.
Dona Uvinha começou a chamar um por um:
__Dona Maça. Dona Banana,Seu Abacate,Seu Mamão, Dona Manga, Seu Melão,Dona Pera, Seu Limão,Dona Mexerica, Seu Melão, Seu caqui,Seu coco, Dona Cereja,Seu Figo,Dona Goiaba,Dona Jaca, Seu Kiwi, Seu Pêssego,Dona Pitanga,Dona Tangerina.Esses são que estão aqui, mas tem muito mais.........
__Hein, não esqueça de mim, nãaaoooo!!!Disse Dona Melância de tão redonda que estava, não conseguindo andar, rolou para o lado dos demais amigos.
Todos riram, da sua entrada triunfal.
__Hein pessoal também sou uma fruta! Disse o tomatinho, saindo devargazinho do seu esconderijo.
Após as apresentações, resolveram fazer salada de frutas. Todos deram um pedaço de suas frutas. Hummmm...........
Seu Tomate, para não ficar de fora dessa festa, deu um pedaço de si, para preparar um delicioso lanche com catchup.
Após a comilança, combinaram de sempre estarem se encontrando!
Vão a feira que vocês verão...... todos por lá.
Texto:Patrícia Brandão
Rute Beserra

IMAGEM;ARQUIVO FOTO PESSOAL

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Visita ao Lar Abrigo Saint Germain


.
“O Lar Abrigo Saint Germain foi fundado em 28 de novembro de 2005 tendo como finalidade amparar, educar, amar, respeitar e, principalmente, tornar cada pequeno cidadão em um ser crítico, capaz de compreender seus direitos e deveres, podendo transformar seus anseios em realidade.
Atualmente abrigam até 20 crianças de 0 a 12 anos.
As crianças recebem tudo: um lar, educação, alimentação, higiene e acompanhamento médico.
O lar é totalmente mantido pela generosidade de doadores, que contribuem através de depósito bancário (a partir de R$ 10,00) ou trazendo suas doações pessoalmente, como alimentos, roupas, calçados, brinquedos, etc.
Promovem alguns eventos para angariar fundos, como bingos, feijoadas, jantares, chás beneficentes e possuem um espaço onde fazem bazar com roupas, calçados, móveis usados, etc.
Acreditam  nas crianças, por isso dão apoio moral e social, psicológico e financeiro.
Você também deve acreditar, seja um voluntário ou um cooperador com o Lar Abrigo Saint Germain!”

Daniela Maldonado-Diretora
Lar Saint Germain
fone: 3906-8474/8388-1285
site: www.larsaintgermain.org.br
blog: http://abrigosaintgermain.blogspot.com/
facebook: http://www.facebook.com/#!/larsaintgermain
 Bradesco - Lar Abrigo Saint Germain
Agência: 2220  Conta Corrente: 28.888-8
CNPJ: 07.674.440/0001-73


Passei momentos agradáveis com as crianças do LAR SAINT GERMANI.
Beijos a todas!
Rute Beserra.
IMAGEM: Foto Arquivo Pessoal


terça-feira, 21 de maio de 2013

Festa na Floresta


Vovó Maricota, morava na floresta longe da civilização, não tinha paciência com a movimentação da cidade grande.Vivia com gato Fêlix, dona Joaninha e a borboleta que ela chamava carinhosamente de Blue. Sua casinha ficava entre duas árvores quem passava por lá, era recepcionado com um pedaço de bolo, torta e refrescos. Sua neta Letícia morava na cidade com sua mãe, não via a hora de ir a casa da vovó Maricota para passar uns dias com a vovó querida.
Até que.....chegou o grande dia, sua mãe a levou a casa da vovó, que alegria para Letícia! Ao chegar a casa da vó, foi chamando o gato Fêlix, esse logo apareceu todo mole, ronronando para ela.
Sua mãe a deixou passou uns dias na casa da vó, já que estava de férias.Letícia passava o dia correndo atrás do gato, da joaninha e da borboleta, muitas vezes a vovó Maricota a via falando com os animais, perguntava a neta se ela entendia o que eles falavam, Letícia respondia que sim!
Vovó Maricota balançava a cabeça, pensando:"essas crianças tem cada idéia."
Com o aniversário da neta se aproximando, vovó resolveu fazer uma festa supresa, convidando todos os amigos da cidade. Prepara a festa sem a neta saber, esta continuava correr entre as árvores, flores , atrás do gato, borboleta e joaninha.
Até que........., chegou o grande dia.
Letícia levantou cedo,tomou o café da manhã, beijou a vó e correu para fora. Do lado de fora, Fêlix já estava com as orelhas em pé, Joaninha corria para lá e para cá, Blue voava do lado para outro,todos impacientes com a demora da amiga. Foram brincar, vovó Maricota, começou preparar a festa, e nem viu .....a hora passar. Quando estava tudo pronto ouviu a neta gritar:__Vovó cooorrre, está vindo um monte de amiguinhos para cá!!!
Vovó sorriu com a alegria da neta , esperou os convidados chegarem. Quando todos chegaram, entraram na casa e............Letícia quase caiu para trás com a supresa (bolo, doces, refrescos, refrigerantes, salgados, balas, pirulitos , bexigas, etc...).
Todos desejaram feliz aniversário, cantaram parabéns , brincaram, comeram as guloseimas a tarde toda. Bem a tarde toda não sei, mas que comeram, comeram........
Letícia??? Ah, essa toda feliz abraçava a vovó Maricota e dizia:__Esse é o melhor aniversário da minha vida.
Todos que foram a festa comentam dela até hoje!
Autora:Rute Beserra
Título:Festa na floresta
Foto:Avental mágico com os personagens de fantoches da hístória
Imagem:Arquivo Foto Pessoal

sábado, 18 de maio de 2013

Fotos da Contação de História -Casa do Livro-18/05/13



Hoje pela manhã contei história, na Casa do Livro, situada na Rua Capitão Otávio Machado, nº259-Santo Amaro SP, 

  

O escritor Edson Gabriel Garcia estava presente lançando um dos seus livros "A Fotografia do Macaco"
 comentando sobre o livro  e  respondendo perguntas  das crianças  , pais presentes, foi um delicioso      bate-papo.
Olha eu aí contando as histórias: O macaco e a velha  /Maria Vai com as outras.



Conversando com o Escritor Edson Gabriel Garcia sobre  seu livro


Escritor autografando seu livro para mim.


"Casa do livro um chumaço de algodão doce. 

De tão gostoso que  dá vontade de devorar todos

os livros  de Literatura Infantil!",-Rute Beserra



Agradeço o convite  e o carinho da Nancy, Patricia e aos demais funcionários
Agradeço ao Edson o  carinho da dedicatória no livro.
Meus agradecimentos principal ás crianças presentes.
IMAGEM:FOTO ARQUIVO PESSOAL

quarta-feira, 15 de maio de 2013

Visita ao movimento Estadual da População em Situação de Rua de São Paulo

 Ontem dia 14/05/ estive na Ong Movimento Estadual da População em Situação de Rua de São Paulo onde conheci o Presidente Robson Mendonça.








Foto:Eu e Sr. Robson




Levei vários livros conforme tinha comentado na postagem: http://rute-rute.blogspot.com.br/2013/04/voce-ja-pensou-em-esquecer-um-livro.html
Sabendo do projeto Tricia  do blog http://espelhodesi.blogspot.com.br/
enviou pelo correio o livro "Vivendo para entender" de Júlio Ildefonso Damasceno Ferreira
para ser entregue para seu Robson, e assim o fiz







Senhor Robson Mendonça era agropecuarista em Alegrete (RS) e há dez anos decidiu vender tudo e vir para São Paulo.Logo que chegou foi assaltado. Sem dinheiro ou documentos, virou morador de rua. Sua mulher e filhos vieram pouco depois, mas morreram num acidente de carro. Por causa da emergência, pediu para dar um telefonema num prédio público e foi proibido de entrar. Ficou revoltado, juntou  pessoal de albergues e formaram um grupo para lutar pelos seus direitos. Surgiu o Movimento Estadual da População em Situação de Rua, que ajuda a encaminhar os sem-teto a cursos e empregos. Só em 2011 tiraram 242 pessoas da rua.
 Tentava pegar livros em bibliotecas, mas não podia, porque não tinha comprovante de residência. Decidiu que um dia criaria uma biblioteca itinerante que não exigisse nenhum cadastro. Quando conheceu o Lincoln Paiva, presidente do Instituto Mobilidade Verde, enviou o projeto e eles viabilizaram a “bicicloteca”. Leva até 200 quilos de livros pelo Centro todos os dias, quase 300 obras! Tem cerca de 18 mil livros para ser emprestados e 90% dos leitores são moradores de rua.

O autor preferido do Sr. Robson é Mario de Andrade e o livro que mais marcou a vida dele foi "A revolução dos bichos", de George Orwell. 





Seu Robson explicando-me sobre seu trabalho na ONG









IMAGEM: FOTO ARQUIVO PESSOAL
Foto: Ubirathan, Sr.Robson e Rute

segunda-feira, 13 de maio de 2013

domingo, 12 de maio de 2013

Feliz Dia das Mães

Mãe você é tudo de bom
Amor da minha vida
Minha melhor amiga
Mãe você pra mim é o melhor exemplo de Mulher!
Homenagem para minha querida mãe - Dona Maria
e para todas as mamães da blogsfera.
Beijos a todas!!

terça-feira, 7 de maio de 2013

Contar ou ler uma História


IMAGEM DO GOOGLE

A história não deve ser contada e sim narrada. Narrar a história, ao invés de ler, é mais aconchegante, há uma interação maior entre o narrador e o ouvinte. A maioria dos autores que tratam da narração de histórias para criança aconselha que esta deve ser narrada e não lida.


Sem o livro o narrador, pode-se a permitir a comentários e realçar dados, incentivados a criatividade do narrador. Induzindo valores que se deseja abordar ou mesmo para dar um colorido ou um humor na história. Não precisa ser dessa forma, existem autores com uma narrativa preciosa, a qual vale a pena ser trasmitido exatamente para não perder a graça peculiar.

Após a escolha , o passo seguinte do narrador será decidir se irá ler ou contar com suas palavras.



Texto Base: Técnicas de Contar Histórias para os Pais contarem aos seus Filhos

sexta-feira, 3 de maio de 2013

Literatura Infantil no Cotidiano


IMAGEM DO GOOGLE

Estava sentado na calçada, com uma folha de revista na mão concentrado com o que estava lendo ou vendo.
Sentei ao seu lado.
_Olá, o que está lendo?
_Não sei ler, mas gosto de ver gravuras e as letras. Disse-me sem levantar a cabeça.
_Não frequenta escola?
_Não ...tenho que ajudar em casa, vendo essas balas no farol.
Olhei para o lado, visualizei uma caixa de sapato cheia de balas e drops.
_Tem que vender, tudo?
_Tudo não...,só a metade. Mas se  vender tudo, levo mais dinheiro para casa.
_Hummmm........
_Criança tem que frequentar escola, estudar , aprender ler , escrever e não trabalhar.
_Moça, isso é para quem pode, eu não posso, tenho que ajudar minha mãe criar meus irmãos!
Nem deu tempo para argumentar, o sinal fechou, pegou sua caixa de doces, saiu correndo entre os carros,tentando ganhar o pão de cada dia!
Até quando veremos crianças fora da escola?
 Autora: Rute Beserra
Meus  Manuscritos

quarta-feira, 1 de maio de 2013

Quarta-feira:Respondendo na Literatura-89


rosa reschke
18 abr (12 dias atrás)
para mim

Eu sou a vó Dudu! A minha missão atual e fazer que meus netos tenham o mesmo prazer pela leitura que eu ...meio dificil, porque com a minha  filha não consegui.... Minha neta Fernanda tem 7 anos, outro dia me pediu pra comprar o Livro Maria vai com as outras....so recebo a informação que a edição esta esgotado.  Mas como vó internauta encontrei teu end de email...Procede a informação que o livro não esta a venda? um bjão   Rosa
------------------------------------------------------------------------------------------------

rute beserra  
18 abr (12 dias atrás)

para rosa
Boa tarde Vovó Dudu, tudo bem?
O livro "Maria Vai Com As Outras" - Silvia ORTHOF, tem para vender nas Livraria Cultura ou Livraria da Vila.Seja sempre bem vinda a Literatura Infantil. Qualquer dúvida estou a sua disposição.

Beijinhos na bochecha da Fernada.
IMAGEM: FOTO ARQUIVO PESSOAL

Design by Juliana Garcia