Literatura Infantil: Agosto 2017

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Entrevista com autora de Livro Infantil- Adriana Campos






Literatura Infantil: Em primeiro lugar quero agradecer a você por ter concedido a entrevista para o blog.
Em segundo lugar é sempre um prazer, como contadora de história conhecer novos autores de Literatura
Infantil


Autora: Para mim é uma imensa alegria ser recebida neste blog tão especial, que trata com verdade e respeito a literatura infantil.


Literatura Infantil:Como surgiu a idéia de escrever seu primeiro livro?

Autora: 

Na verdade “A briga das flores” é o primeiro livro publicado, mas não o primeiro escrito. A primeira história escrevi por volta dos 7, 8 anos (sempre gostei muito de ler e escrever, mas foi depois que me tornei mãe que mergulhei fundo nessa jornada de escritora). Escrevo contos, poesias, faço músicas, sempre com uma abordagem lúdica, trazendo nas entrelinhas mensagens sociais importantes como o respeito à diversidade, o cuidado com o meio ambiente, a cooperação, a amizade.
A briga das flores” toca num ponto muito sensível que é a violência contra a mulher. Me sinto orgulhosa por ter feito um livro infantil que aborda essa temática de modo leve, trazendo uma reflexão importante.



Literatura Infantil: Como foi a escolha do título do livro?
Autora:

Não foi fácil. Acho que é uma das etapas mais difíceis da feitura de um livro: resumir a história num título coerente e atraente para o público. Elenquei algumas possibilidades, pedi uma opinião aqui, outra ali, e então decidi por “A briga das flores”. E ficou bom!


Literatura Infantil: Quais autores inspiraram você escrever?
Autora:

 Ruth Rocha foi a autora que mais marcou a minha infância. Atualmente tenho lido Monteiro Lobato e Lygia Bojunga. Também busco autores novos e tenho tido ótimos encontros. Acredito que precisamos sempre nos renovar, ampliar o repertório.


Literatura Infantil: Você ajudou o ilustrador Arthur Fernandes  com os desenhos? Deu palpites?
Parabenizo  as páginas bem coloridas!
Autora: 

Conversei com a editora sobre a minha ideia inicial para a ilustração, mas o trabalho do ilustrador é independente. O resultado ficou bem interessante.


Literatura Infantil: No Brasil sabemos que a leitura não é hábito da população geral. Quantos livros em
média você lê por mês?
Autora: 

Leio em média 3 livros ao mesmo tempo, entre infantis e não-infantis. Minha rotina é agitada, mas o momento da leitura é fundamental, nem que sejam 20 minutos do dia são dedicados a essa prática.
Agora estou lendo “O Sol é para todos”, de Harper Lee, “Reinações de Narizinho”, de Monteiro Lobato, e “Boa Companhia” (uma coletânea de haicais da Companhia das Letras). Uma leitura bem misturada!


Literatura Infantil: Você tem planos de seguir carreira de escritora?
Autora: 

Essa atividade está acontecendo naturalmente, não tenho um planejamento, mas estou feliz com o que estou realizando.


Literatura Infantil: Uma escritora(o) deve  manter para sempre seus valores ou pode mudar de opinião, já que ele(a)
viaja nas escrituras?
Autora: 

Nós somos a inconstância em forma de gente, somos a impermanência. A própria vida é transitória, tudo muda a todo momento. A literatura nos leva a refletir e rever nossos padrões de pensamento, e muitas vezes até nos libertamos dos padrões e nos tornamos mais livres.


Literatura Infantil:Qual o papel da leitura para a criança, no que diz respeito a compreensão do mundo a qual
ela precisa lidar?

Autora: 

O livro nos ajuda a ver o mundo de outro ângulo e para a criança, que está vendo tudo com os olhos da novidade e do entusiasmo, o livro é fundamental. A literatura ajuda no processo de formação do pensamento crítico, da capacidade de reflexão.


Literatura Infantil: A critica  literária ajuda ou atrapalha?

Autora: 

Quem se expõe a mostrar a sua obra para o público deve estar preparado para a crítica positiva ou negativa. 
  Literatura Infantil:O  que acha  sobre a Contação de História ?
Autora: 
Sou contadora de histórias também e para mim a contação é uma experiência afetiva, de interação, de olho no olho. Nesse sentido, a contação de histórias vai além do livro porque rompe a barreira do papel e compartilha a história por aí, por quem quiser ouvir.

Literatura Infantil:Agradeço seu tempo e disponibilidade para responder  as perguntas ,
 quais são as suas ultimas palavras para encerrar  a entrevista.
Autora: 

Muito obrigada a você pela oportunidade! Espero que os leitores do blog possam conferir o livro “A briga das flores” e venham nos contar depois o que acharam. Até a próxima!

Aos amigos que se interessaram pelo livro, entrar em contato com Giostri Editora

Contato@giostrieditora.com.br
Autora:Adriana Campos

                                                                                                             Livro: A Briga das Flores
Imagem cedida pela autora do livro

terça-feira, 8 de agosto de 2017

A briga das flores- Adriana Campos

Os amigos(as) que acompanham o blog Literatura Infantil, sabem que amo receber livros de novos autores de Literatura infantil. Recebi um e-mail  da escritora baiana Adriana Campos,  apresentando-se , falando do seu primeiro livro " A briga das flores",  A narrativa faz a menção á cantiga  popular "O Cravo e a Rosa"  para acessar a memória afetiva das crianças, trazendo um debate sobre como os conflitos são vivenciados, e como se sentem nessa situação.
Ao receber o livro pelo correio fiquei encantada pela   história e pelas páginas super coloridas . Parabéns ao Ilustrador  Arthur Fernandes.
Convidei Adriana para  ser entrevistada na Literatura Infantil, a qual prontamente aceitou.
A entrevista de Adriana Campos será postada na Literatura Infantil dia 21/08- Aguardem!!

Imagem : Arquivo Foto Pessoal

Design by Juliana Garcia