Literatura Infantil: 2019

quinta-feira, 5 de setembro de 2019

domingo, 25 de agosto de 2019


A Educação, qualquer que seja ela, é sempre uma teoria do conhecimento posta em prática. Paulo Freire.
Obrigada a todos os envolvidos do XIV Congresso SOBEI, amei a recepção e acolhida Silmara. Agradeço as meninas presentes na Oficina: "O corpo e a voz na Contação de História" .















Foto arquivo pessoal


quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Congresso Sobei de Educação Infantil


 
Olá no próximo sábado dia 24/08 estarei ministrando a oficina: "O corpo e a voz na Contação de História" no XIV Congresso SOBEI de Educação Infantil esse ano o tema é: O poder da escuta.Construindo caminho para aprendizagem significativa. Abaixo o link para maiores informações:
https://www.sobei.org.br/?mact=News%2Ccntnt01%2Cdetail%2C0&cntnt01articleid=184&cntnt01detailtemplate=NoticiasEventosPagina&cntnt01returnid=57&fbclid=IwAR2Cup01oBQLjKT-WdH3FZzOZElT3YLx0AOvDqX-LDzrr1mHfL49-TfvS4w


segunda-feira, 19 de agosto de 2019

Sarau , Autógrafos e Bate - papo Literário com as escritoras do Livro Elas e as Letras I


 Que delícia, foi estar no sábado junto com quatro escritoras do Livro Elas e as Letras I, Autografando, tirando fotos e participando do Sarau e  Bate- papo Literário entre as escritoras do Livro : Elas e as Letras I na Livraria da Vila- Vila Madalena 
O papo literário foi sobre a importância das grandes escritoras brasileiras : Rachel de Queiroz, Lygia Fagundes Telles, Cecília Meirelis. Lygia Bojuca, Ruth Rocha, dando enfâse a Carolina Maria de Jesus . Carolina Maria de Jesus, uma das primeiras e mais importantes escritoras brasileiras, completaria 105 anos em março desse ano . Seu livro de estreia, Quarto de Despejo, quando lançado em 1960, vendeu 10 mil cópias em uma semana. Moradora da favela do Canindé, na zona norte de São Paulo, por boa parte de sua vida, Carolina teve fama, foi traduzida em mais de duas dezenas de línguas, chegou a Europa, Ásia e América Latina, mas morreu em relativo esquecimento em 1977. Ainda hoje, a vida dela inspira escritores, jornalistas e até ilustradores à altura de grandes prêmios.
Você conhece a escritora Carolina Maria de Jesus? Vale a pena a leitura.











Imagem : Foto pessoal

quinta-feira, 15 de agosto de 2019

Convite: Elas e as Letras

Olá no próximo sábado dia 17/08/19 estarei na Livraria da Vila -Vila Madalena  com sete  autoras com o meu livro "Elas e as Letras" para uma sessão de autógrafos e Sarau. Apareçam por lá!

domingo, 14 de julho de 2019

Contação de História- Moema

Olá ontem dia 13/07/19 , contei história na Livraria da Vila- Moema. História contada foi Tromba-tromba de  David McKee   onde fala sobre a diversidade

 Foi muito legal   as crianças amaram a oficina de dobradura e queriam saber de onde saia o som da floresta e o som  do elefante brigando um com outro conforme a história contada, rsrs...(segredo). Os pais entraram na brincadeira com as crianças.Foi  divertido..






Esse garotinho , chorou muito quando , eu disse que iria embora, já havia dado o horário.Que dó...
acalentei-o, abracei e a mãe tirou uma foto, minha com ele.
Amo o que faço e agradeço a Deus pelo dom.
Fonte: Imagem arquivo pessoal

quinta-feira, 4 de julho de 2019

Contação de História- Livraria da Vila- Moema

Contação de Histórias: Respeitando as diferenças

A história será contada através de teatro de sombra  e sons da floresta. Ao término, haverá uma oficina de dobradura com o personagem elefante e um pequeno debate falando sobre as diferenças.

Com Rute Beserra

Detalhes

Data:
13 de julho
Hora:
16:00 as 17:00
Evento Categoria:

Local

Moema
Av. Moema, 493
São Paulo, São Paulo 04077-022Brasil
Telefone:
(11) 5052-3540

segunda-feira, 17 de junho de 2019

Entrevista concedida ao blog Catarses & Metáforas


1-Como iniciou o seu amor pelas letras?
R: Desde que fui alfabetizada, quando criança. Amo ler.


2-Quais dicas você daria aos pais para que as crianças se interessem pela literatura?
R: A leitura precisa ser um hábito em uma casa que tem crianças e para esse hábito não virar obrigação é preciso estímulo  que torne  a literatura prazerosa e benéfica para ela.


3-Como é seu trabalho de incentivo à leitura com crianças e adolescentes?
R: Primeiro passo:  identificar a fase que a criança se encontra, integrando a leitura à rotina dela para que se torne um hábito. E o mais importante é ler para crianças e adolescentes.


4- Qual seu gênero literário preferido? Cite um livro que merece ser lido.
R: O meu gênero literário preferido é a fábula. Indico um livro de fábula que amo muito ler e já li várias vezes: “ Vestido azul”


5-Conte um pouco sobre sua experiência como autora?
R: Estou engatinhando nesse universo de autora, tenho vários manuscritos guardados, sempre gostei de escrever nos lugares que estou parada. Ex: fila de banco, sentada no ônibus, avião, etc... Na minha bolsa sempre tem um bloquinho, o qual faço questão de levar na minha bolsa para esses manuscritos. A experiência que tenho é que fiquei mega feliz ao ser convidada para  estar na coletânea   “Elas e as Letras” e emocionada ao visualizar três manuscritos meus nas páginas do livro.


6- Planeja publicar um livro solo? Em qual gênero literário?
R: Sim tenho essa pretensão em publicar um livro solo. Estou reunindo e corrigindo alguns dos manuscritos para essa publicação. Não tenho a data exata. E será para as crianças – infantil.


7- Tem facilidade para escrever para adultos e crianças?
R: Sim, tenho.  Lembrando que a figura de linguagem é bem diferente para adulto e criança na escrita. O (a) autor (a)  tem que estar sempre atento a essas figuras de linguagem que são os recursos usados para  tornar mais expressiva  a escrita transmitida.


8- O Brasil é um país de poucos leitores. E autores contemporâneos têm pouco espaço  no meio literário. Como você lida com essa s adversidades?
R: Fico muito triste quando ouçonas minhas formações para professores de contação de histórias, que docentes não leram nenhum livro no ano que passou, por não ter hábito. Como assim, não ter hábito de ler?  Acredito que isso ocorre porque a alfabetização foi muito ignorada. A obrigatoriedade é de meados de 1930, ou seja, saímos atrasados em relação a outros países. No Brasil existe a cultura da oralidade muito mas forte do que da cultura letrada.  Procuro sempre incentivar a leitura, mostrando o quanto é importante e benéfico ler  qualquer tipo texto.


9-você costuma participar de eventos literários: saraus, feiras bienais e bate- papo literário? 
R: Sim. Gosto muito de participar de  tudo que fala sobre leitura e literatura.


10-como sentiu ao dar o primeiro autógrafo?
R: Não tenho palavras para me expressar. Mas me expresso com uma: emoção.


11-Cite uma autora contemporânea que te inspira  e o livro dela que você recomendaria aos seus leitores. 
R: Clarice Lispector,  “ Todos os Contos”.


Agradeço a entrevista, me acompanhem nas redes sociais:


FACEBOOK-RuteBeserra
Blog- www.rute-rute.blogspot.com.br
e-mail -  rutesb@gmail.com


Um beijo a todos
Rute Beserra


Obrigada, Rute, por conceder essa linda entrevista!


Aldirene Máximo 

segunda-feira, 20 de maio de 2019

Contação de História- Livraria da Vila-Lorena

Olá  sábado (18/05) contei histórias na Livraria  da Vila- Lorena. O publico infantil era formidável faziam, muitas perguntas em relação a história. Ficou um bate- papo gostoso, e os pais presentes se interagiram bastante. Agradeço a todos presentes. AMEI!






Imagem: Arquivo pessoal

segunda-feira, 13 de maio de 2019

Contação de História- Livraria da Vila-Moema

Sábado dia 11/05, contei histórias na Livraria da Vila - Moema
Amei as crianças presentes, interagiram com as histórias . Uma delas foi o suspense que
foi feito com a história do Pau oco de Miriam Leitão. A  qual olhinhos me fitavam curiosos com os barulhinhos da mata, e  o que  haveria dentro do pau oco. Após a história contada mostrei as gravuras do livro . Agradeço a todo os presentes. Passamos momentos agradáveis.







Imagem: Arquivo foto pessoal
Design by Juliana Garcia