Literatura Infantil: Contar Histórias-Perguntas e Respostas

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Contar Histórias-Perguntas e Respostas



Tenho recebido e-mails no meu e-mail particular,
parabenizando-me pelo meu blog. Agradeço o carinho, de todos.
Tenho respondido as perguntas e uma dessas perguntas, quero compartilhar com todos a resposta. Uma das perguntas nos e-mails era :
1)Porque eu sempre estou atrás dos bastidores e nunca na frente?
2) Porque eu montei esse blog?
3)Quem me influenciou contar histórias infantis?
O contador de histórias realiza de uma forma particular a tarefa de invocar imagens e idéias de sua lembrança, misturando convenções contextuais e verbais de seu grupo,para adaptá-las segundo o ponto de vista cultural e ideológico de sua comunidade.Gosto de contar histórias infantis com fantoches e geralmente ao contar eu fico por trás dos bastidores (como diz uns dos e-mails que recebi),parecendo só os bonecos, ao qual eu dou vida na mudança das vozes e nas articulações dos braços e pernas.
E sempre quando vou contar, utilizo de outras artes como a música , a dança, a poesia, a declamação , a mímicas e artes plásticas. Não existem regras fixas .
Eu montei esse blog, em dezembro de 2007, atráves da orientação do professor Enio Moraes Junior somente para ter nota da disciplina do curso,na pós-graduação.
Mas gostei tanto que sempre estou postando algo por aqui.
Fiz um curso de Contadora de História , mas quem me influenciou a contar histórias infantis, foi minha amiga Alzira Pelais, ela é uma contadora de história fantástica ao qual devo a ela os toques e o cuidado ao apresentar uma história.
Concluo que o ato de contar histórias infantis para um aprendizado de leitura, precisa de uma interação entre professor, a mãe e o contador onde a criança possa aprender o processo da leitura e da produção do texto. Para isso é muito importante que a leitura esteja na vida do pequeno leitor para que se torne um leitor atento a trilhar caminhos de descoberta e compreensão do mundo.
Ouvir ou ler história é também desenvolver todo lado crítico da criança. É poder perguntar, duvidar é se sentir inquieto, querendo saber mais, mudar de idéia, reler de novo ou simplesmente deixar de lado de uma vez ,para mais tarde retornar por onde começou.

6 comentários:

  1. Oi, estou passando pra conhecer seu blog, e desejar boa tarde
    bjsss

    aguardo sua visita :)

    ResponderExcluir
  2. Hum..vivendo e aprendendo, primeiro gostaria de parabenizar o seu blogger
    muito legal,não sabia desse seu lado!
    fico feliz em conhece-lo
    continue escrevendo...
    estou gostando de seus post!
    beijos e boa semana!!

    ResponderExcluir
  3. Bom dia, que vc tenha um fim de semana delicioso.
    bjsss

    ResponderExcluir
  4. Oi Rute, fico feliz que a experiência que fizemos em sala de aula tenha dado um fruto como esse. Você é, realmente, muito talentosa. Parabéns!

    ResponderExcluir
  5. Oi Rute, fico feliz que a experiência que fizemos em sala de aula tenha dado um fruto como esse. Você é, realmente, muito talentosa. Parabéns!

    ResponderExcluir
  6. Oi Rute, fico feliz que a experiência que fizemos em sala de aula tenha dado um fruto como esse. Você é, realmente, muito talentosa. Parabéns!

    ResponderExcluir

Design by Juliana Garcia